Vamos conversar de Fetiches by LadyRed

Atualizado: Set 1

Fetiche é uma palavra francesa derivada do português fetisso que definia a simbologia e os rituais dos cultos africanos que os colonizadores portugueses encontraram na Africa nas diversas expedições realizadas fundamentalmente nos seculos XV e XVI. A palavra fetiche teria na época o sinônimo de magia, encanto ou mandinga.


Fetiche aparece de novo no final do seculo XIX associado ao fetichismo fundamentalmente na obra do psicoanalista de Freud mais durante o seculo XX seu significado original mudou para descrever um desejo de uma pessoa por um objeto inanimado ou por uma determinada parte do corpo (não genital) a qual gera uma grande excitação sexual a essa pessoa que desenvolve o fetichismo. O fetiche pode não ser fixo durante toda a vida do fetichista, já que normalmente se produz em paralelo ao desenvolvimento sexual da pessoa pelo que é comum que os fetichistas podam variar de fetiches ou ampliar o numero deles.


Como acontece normalmente com outros comportamentos referidos ao sexo, o fetichismo foi associado com a imagem de pessoas com distorções sexuales, pois foi incluído dentro do mundo das parafilias e por isso, muita gente, ainda nos dias de hoje, entende erradamente que se trata de uma doença.


Atualmente o fetichismo esta integrado na sociedade de uma maneira mas aberta porque foi entendido que determinados fetiches podem resultar muito beneficiosos para as pessoas e para os casais já que tem a capacidade de potenciar a vida sexual do individuo por meio de praticas sexuais alternativas. Estas praticas normalmente são sadias e inofensivas e sempre que seus praticantes possam entender que se trata de um complemento da sua vida sexual e não pode se converter numa obsessão que impossibilite essa relação sem eles. Como acontece com outras praticas sexuais, o fetichismo deve ser consensual na relação, não é possível manter fetiches dentro de um relacionamento no qual uma das partes não se sente confortável para participar.


Pela minha experiencia de trabalho como Dominatrix, tive e tenho a oportunidade de conhecer e trabalhar com distintos tipos de fetiches e a seguinte lista recolhe os principais que são solicitados pelos brasileiros e latinos, salientando aqui que os aparelhos o accessórios que se utilizam para a estimulação sexual, vibradores, strapons, plugs, etc não podem ser considerados como fetiches. Outra consideração importante e que a lista recolhe os desejos e as solicitudes de pessoas, em sua maioria homens, e não significa nem pretende ser uma classificação psicológica, etimológica ou sexológica desses fetiches.


Fetiches por Lingeries: E um dos clássicos e dos mais habituais. Para os amantes dele, as lingeries e outras roupas femininas, luvas, meias calças, saias etc, representam o máximo do prazer sexual, ainda maior se as peças fossem usadas, já que resulta muito excitante para eles a imagem dessas peças no corpo da sua dona.


Fetichismo por Pés: Outro clássico na cena. Adorar pés, sapatos, botas, tocá-los, dar carinho, chupá-los, lamber-los, beijar-los, massagear ou cheirar esses elementos resulta extremamente erótico para seus praticantes, alguns deles preferem, para conseguir seu prazer, olhar para a mulher caminhando em sua frente só de sandálias abertas ou simplesmente descalças.

Travestismo: Vestir e usar roupas femininas, usar sapatos, lingeries, pintar as unhas e usar maquiagem, batom, cílios postiços, etc e comportar-se como uma mulher durante umas horas por mês é um fetiche comum que normalmente e realizado e usado exclusivamente num ambiente fechado, normalmente junto a outras mulheres donde o travestido pode se juntar e se sentir uma delas.


Fetichismo de Função: Este fetiche consiste pratica que um sujeito deseja realizar simulando trabalhar num outro oficio, como uma empregada doméstica, uma secretaria, um porteiro, etc. e realizar todas as funções relativas a essa atividade. A mais comum é da empregada e salvo exceções o nível de limpeza e de capricho na tarefa e muito alto na maioria dos praticantes.


Chuvas: Este fetiche reúne a dorada (urina), prateada (ejaculação), marrom (fezes) e suas variedades de recepção corporal ou ingestão. O participante normalmente escolhe uma o duas dependendo de seu desejo, a dorada e a marrom são solicitadas juntas com bastante frequência.


Voyeurismo: Ser sujeito passivo e observar a outras pessoas, conhecidas o não, e uma prática muito estimulante para os adictos a esta atividade. E bastante frequente encontrar solicitações de um marido ou namorado desejando ver a sua parceira/o realizar o ato sexual com outra pessoa sem ele participar, limitando-se a observar em todo momento.


Feminização: Chamada também Inversão é uma prática que consiste em que a mulher assume o papel ativo e o homem o passivo. Para esta cena é necessário que a mulher faça uso de uma prótese peniana (tem diferentes tamanhos) conhecida também pelo seu nome em inglês: Strapon.


LadyRed 2020

® fetichebr.com Todos os direitos reservados.

91 visualizações

Você pode falar comigo agora

Tel. Wpp.  + 55 61 98241 6389
ENVIE UM EMAIL OU LIGUE SE TIVER DÚVIDAS
 
OBSERVAÇÃO
Para preservar a confidencialidade de seus clientes Lady Red jamais iniciará uma conversação nem entrará em contato oferecendo serviços ou promoções, limitando-se a responder as mensagens enviadas por eles quando foram realizadas.
  • Twitter - Black Circle
  • Instagram - Black Circle
contato@ladyred.com.br
BRASÍLIA DF  -  BRASIL

2020 FETICHEBR.COM  TODOS OS DIREITOS RESERVADOS